PROCESSO SELETIVO 2017Inscrições Abertas! | 1ª Mensalidade por apenas R$49

INSCREVA-SE JÁ!
São Paulo – Capital e Regiões Metropolitanas: 11 3003-6644
Demais localidades: 0800-727-4660

Fala aí, professor!

FAM_Blog_FalaProfessor_Juliana_01

.

Nome completo: Juliana Lopez de Oliveira

Cargo: Coordenadora e Professora do curso de Bacharelado em Nutrição

Na FAM desde: fevereiro de 2016

 .

.

Uma frase:

“Aquele que sabe governar um país é um grande líder. Mas aquele que sabe governar sua própria mente é um líder ainda maior” – Masaharu Taniguchi

.

1. O que o aluno precisa saber sobre o curso de Nutrição antes de iniciar a faculdade?

É importante saber que o nutricionista não trabalha sozinho, ele é um integrante da equipe multiprofissional em saúde. Por isso, ao longo da sua formação, terá contato com estudantes de todas as áreas da saúde e em diversos momentos trabalhará em equipe. É assim que ocorre no mercado de trabalho, e a FAM garante essa vivência multiprofissional desde os primeiros semestres do curso.

Dentro da equipe multiprofissional em saúde, o nutricionista é o único profissional habilitado para orientar as pessoas a se alimentarem adequadamente, respeitando individualidades, prevenindo doenças, promovendo saúde e qualidade de vida.

.

2. Como é formatada a grade curricular do curso?

 A matriz curricular do curso de Nutrição da FAM foi construída a fim de possibilitar, desde o primeiro semestre, a integração dos tópicos da Ciência da Nutrição em Unidades Curriculares que proporcionam ao estudante vivências nas sete áreas de atuação do nutricionista, dando sentido e significado aos conteúdos estudados.

.

3. Quais são as áreas de atuação que o aluno terá oportunidade de trabalhar? O foco, muitas vezes, ao falarmos do curso de Nutrição, é a parte clínica, mas as possibilidades são inúmeras: auditoria fiscal, marketing de produtos etc. O que você pode nos contar sobre as alternativas no mercado de trabalho?

O nutricionista tem em mãos um mundo de possibilidades profissionais, pois pode atuar em sete diferentes áreas. São elas: alimentação coletiva, nutrição clínica, saúde coletiva, docência e pesquisa, indústria de alimentos, marketing e nutrição em esportes.

Com tantas possibilidades de atuação, não faltam oportunidades para o nutricionista no mercado de trabalho! Abaixo, destaquei os principais campos de trabalho e os locais em que você poderá encontrar um nutricionista atuando:

  1. Na área de Nutrição Clínica, o nutricionista atua em:
  • Hospitais e centrais de terapia nutricional
  • Clínicas em geral
  • Clínicas de hemodiálise
  • Instituições de longa permanência para idosos
  • Bancos de leite humano e lactários
  • Spas
  • Ambulatórios
  • Consultórios
  1. Na área de Alimentação Coletiva, o nutricionista atua em:
  • Restaurantes de empresas e instituições
  • Alimentação em escolas públicas e privadas
  • Restaurantes por quilo e praças de alimentação
  • Buffets e restaurantes de hotéis
  • Food parks e food trucks
  1. Na área de Saúde Coletiva, o nutricionista atua em:
  • Políticas e programas institucionais
  • Programas de saúde na escola (Bolsa Família e outros)
  • Atenção pública em saúde
  • Vigilâncias em saúde
  1. Na área de Docência, o nutricionista atua em:
  • Ensino, pesquisa e extensão (graduação, pós-graduação)
  • Coordenação de cursos de graduação
  1. Na área da Indústria de Alimentos, o nutricionista atua em:
  • Desenvolvimento de produtos
  • Rotulagem
  • Pesquisa
  1. Na área de Marketing, o nutricionista atua em:
  • Instituições públicas e privadas, em consultórios de nutrição e dietética, divulgando informações e materiais técnico-científicos
  • Atendimento ao cliente
  1. Na área de Nutrição em Esportes, o nutricionista atua em:
  • Clubes esportivos
  • Academias

 .

4. Ao se formar, o profissional tem uma perspectiva de salário inicial?

A perspectiva salarial depende muito da atuação do profissional. O Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo sugere um piso salarial inicial médio de R$ 2.700 para hospitais, indústrias e refeições coletivas, por exemplo. Porém, é muito comum que após formado o nutricionista inicie sua atuação profissional trabalhando como autônomo, e a remuneração mínima por hora técnica de trabalho varia entre R$150 e R$400 para consultorias, palestras, atendimento em consultório, elaboração de rótulos para produtos ou de cardápios para indivíduos ou coletividade.

.

5. A Nutrição é uma profissão com campo amplo e que tem crescido muito. Há dez anos, por exemplo, era mais raro alguém procurar um nutricionista para fazer um acompanhamento. É possível dizer a razão desse crescimento? A população está se preocupando mais com a saúde e a alimentação?

Sim! Atualmente, há uma maior divulgação de informações relacionadas à saúde e ao impacto da alimentação na qualidade de vida, acompanhada de uma maior preocupação da população com a segurança e a qualidade dos alimentos. A relação entre alimentação desequilibrada e o desenvolvimento de doenças crônicas, tais como, diabetes, obesidade, câncer, doenças cardiovasculares, já é de conhecimento da população. A Política Nacional de Alimentação e Nutrição garante, também, linhas de ação em diversas frentes com o objetivo de garantir a segurança alimentar da população. Com isso, o papel do nutricionista é fundamental.

.

6. Algo que tem se disseminado muito são as influenciadoras/blogueiras, que passam “orientações” na busca pelo corpo perfeito. Qual a sua opinião sobre isso? Esses conteúdos ajudam ou atrapalham?

Esses conteúdos atrapalham muito e colocam em risco a saúde da população. A explicação é simples: o nutricionista é o único profissional capacitado para desenvolver, incentivar e participar de ações de orientação e divulgação dos princípios da alimentação saudável e equilibrada. Por isso, quando alguém que não tem graduação em nutrição passa a orientar mudanças alimentares para o público nas redes sociais, programas de TV, entre outros, está colocando em risco a saúde das pessoas, pois não poderá garantir a segurança dessa informação.

Um fato importante e que muitos desconhecem é que o nutricionista é o único profissional de saúde habilitado a prestar assistência e educação nutricional! Portanto, quem orienta a alimentação de pessoas, seja presencialmente seja virtualmente, está ferindo a lei que regulamenta a profissão do nutricionista e garante que essa seja uma atividade privativa desse profissional!

.

7. A FAM tem algum diferencial em comparação aos outros cursos/faculdades que estão no mercado?

Sim. O curso de Nutrição da FAM é inovador, pois o currículo integrado possibilita uma aprendizagem significativa e a construção de sólidos conhecimentos, que são aplicados em situações práticas ao longo da sua formação. Isso ocorre desde o primeiro semestre do curso, por meio de simulações realísticas em laboratório, situações-problema desenvolvidas em sala de aula, atividades de extensão e de saúde da comunidade, iniciação científica, entre outros. Além disso, o curso de Nutrição da FAM conta com diversos laboratórios completos, modernos e inovadores, bibliotecas físicas e virtuais, acesso a artigos científicos nacionais e internacionais, além de corpo docente altamente qualificado, composto por profissionais que são referência na área. No fim do curso, o estudante estará apto a ingressar no mercado de trabalho com grandes diferenciais competitivos: sólido conhecimento técnico-científico, visão crítica, respeito aos princípios éticos e habilidade de liderança, intensamente trabalhados ao longo do curso.